Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Ainda é possível afastar Trump das eleições? “Não devemos assumir que a sanidade vai prevalecer”

  • 333

FOTO REUTERS

Estão a aumentar os rumores de que o Partido Republicano se prepara para levar a cabo uma “intervenção” junto do seu candidato presidencial para conter a retórica do magnata xenófobo e controlar os danos colaterais da sua campanha explosiva, que está a alienar muitos conservadores. Há até quem já sonhe com a desistência do próprio Trump. Consultámos uma analista norte-americana para perceber os potenciais cenários que podem levar ao afastamento do demagogo. A conversa resultou em muitas dúvidas e numa única certeza: “Não devemos assumir que a sanidade vai prevalecer”

A guerra aberta de Donald Trump contra a família Khan, casal sensação na Convenção Nacional Democrata da semana passada, pode ser sido a gota que fez transbordar o copo dos republicanos. No rescaldo do encontro que confirmou Hillary Clinton como candidata à sucessão de Barack Obama, o seu rival republicano empenhou-se em sucessivos ataques aos pais do capitão Humayun Khan, um soldado norte-americano muçulmano que morreu no Iraque em 2004.

Ninguém podia adivinhar que seria a família Khan a fazer com que muitos republicanos contestassem seriamente o comportamento de Trump. Mas como explica ao Expresso a analista Kim Lane Scheppele, professora e ex-diretora do Programa de Direito e Assuntos Públicos da Universidade de Princeton, “estes ataques aos Khan foram além de qualquer outra coisa que o partido podia tolerar”, tendo em conta o peso e a importância dos veteranos de guerra entre um eleitorado largamente patriótico — esses ataques e o facto de o populista se ter recusado, pouco depois, a apoiar formalmente as candidaturas de pesos-pesados do Grand Old Party (GOP) como o ex-candidato presidencial John McCain e o líder da maioria republicana na Câmara dos Representantes, Paul Ryan.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)