Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O estereótipo confirmou-se: mais inteligência que carisma

  • 333

FOTOS REUTERS

Acabou a convenção democrata. O ataque de Hillary a Trump foi metódico e feroz, mas não terá bastado para transformá-la numa figura muito carismática. Ela reconheceu a limitação

Luís M. Faria

Jornalista

A Convenção Democrata terminou esta quinta-feira à noite, madrugada de sexta em Lisboa, com o discurso de aceitação de Hillary Clinton, candidata oficial do partido nas eleições presidenciais de novembro. Inevitavelmente, a natureza histórica da escolha foi assinalada.

Por diversos oradores, e pela própria candidata: “Hoje atingimos um marco na marcha da nossa nação em direção para uma união mais perfeita: a primeira vez que um dos principais partidos nomeia uma mulher para Presidente”, disse Hillary. “Quando uma barreira cai para alguém na América, abre o caminho para todos.”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)