Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“A piada não discrimina. Eu posso não ser racista e fazer uma piada racista”

  • 333

GUILHERME DUARTE O humorista e autor do blogue Por Falar Noutra Coisa é um caso sério de popularidade na interne

Há dois anos, Guilherme Duarte cansou-se da vida de executivo que levava, despediu-se do emprego e fez uma longa viagem de comboio pela Europa. No regresso começou a escrever humor no blogue “Por Falar Noutra Coisa”. Desde então ultrapassou os cinco milhões de visualizações, conta com mais de 125 mil seguidores, anda pelo país a fazer ‘stand up comedy’ e publicou um livro que vai na segunda edição

Bernardo Mendonça

Bernardo Mendonça

TEXTO E ILUSTRAÇÃO

Jornalista

Guilherme Duarte tem nome de queque, é branco, torce pelo Sporting, mas vive desde sempre na Buraca, na zona da Amadora. O humor começa aí. E, desde muito novo, aprendeu que fazer rir era bom para desarmar gandulos armados em maus que sempre abundaram naquelas paragens. Ah! E é “cinturão branco de jiu-jitsu, coisa que vale tanto, em termos de defesa pessoal, como ter herpes.”

Durante anos, Guilherme trabalhou numa grande consultora informática, era um executivo ‘geek’ bem-sucedido, mas fartou-se da vida que levava e despediu-se. Para arrumar a cabeça durante dois meses lançou-se numa viagem de comboio pela Europa. E levou consigo uma missão, encontrar os melhores artistas de rua, submetidos a votação online. No regresso encontrou também um artista em si.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)