Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Graças a esta aplicação, somos todos Picassos

  • 333

FOTO D.R.

Se gostava de ser um artista e só lhe falta mesmo o jeito para a coisa, esta aplicação é para si. A Prisma, que chegou em junho aos iOS e pode ser descarregada para Android desde esta segunda-feira, utiliza a inteligência artificial para transformar as suas fotografias banais em imagens que podiam ter sido pintadas por Picasso ou Van Gogh – resta agora saber se vai seguir o seu caminho independente ou ser engolida por gigantes como o Facebook e o Snapchat

A espera é um bocadinho maior do que no caso dos habituais filtros para fotografias, mas os fãs asseguram que vale a pena. Só tem de tirar uma fotografia (ou ir buscar uma antiga), garantir que tem acesso à internet, escolher o estilo artístico que prefere – seja gótico, mosaico, de pintores específicos, como Mondrian ou Van Gogh, entre outros – e esperar três a dez segundos: de repente, a imagem do seu gato no sofá ou a sua selfie com cara cansada transformam-se em obras primas e é irresistível partilhá-las com os seus amigos do Facebook.

É esta a maneira como funciona a Prisma, a nova aplicação que, mesmo durante a febre geral do Pokémon Go, está a bater recordes a nível internacional. Disponível há quase seis semanas para quem tem telemóveis com sistema iOS, a aplicação, que está desde esta segunda-feira nas lojas virtuais para Android – ambas as versões são gratuitas – já chegou a ser, segundo a empresa de análise digital App Annie, a décima mais descarregada nos Estados Unidos, e a terceira mais popular no que toca a aplicações exclusivamente de fotografia e vídeo, como pode verificar AQUI.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)