Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“O Daesh vê três grandes inimigos no Ocidente e não é de estranhar que França seja o alvo mais fácil”

  • 333

Ainda não se sabe o que levou Mohamed Lahouaiej Bouhlel a atropelar centenas de pessoas quinta-feira à noite em Nice, durante as comemorações do Dia da Bastilha - morreram 84 pessoas, mais de 100 (incluindo um português) ficaram feridas. Para alguns, o simbolismo da data mostra que há um “revanchismo de décadas contra a França colonizadora” que acordou com o surgimento do Daesh há dois anos e que é agora executado por lobos solitários, mesmo aqueles que não se identificam com o islão. Para outros, é no presente que estão as possíveis respostas a esta questão: “Porquê França?”

Joana Azevedo Viana

Joana Azevedo Viana

texto

Jornalista

João Roberto

João Roberto

video

Motion designer

Golpeiem as cabeças deles com pedras, matem-nos com facas, atropelem-nos com os vossos carros, empurrem-nos de lugares elevados, asfixiem-nos ou envenenem-nos, a todos os descrentes, especialmente os suíços e os desprezíveis franceses.” Assim ditou, em setembro de 2014, Abu Mohamed Al-Adnani, porta-voz oficial do Daesh, poucos meses após o grupo se instalar no Iraque e na Síria. Dois anos depois, o autoproclamado Estado Islâmico está a perder território na região, mas a sua ideologia só parece ganhar força a nível global, mesmo entre árabes “não muito religiosos”, como Mohamed Lahouaiej Bouhlel foi descrito nos media.

Quinta-feira à noite, enquanto turistas e habitantes de Nice se concentravam num passeio à beira-mar para assistirem ao fogo de artifício do Dia da Bastilha, o francês de 31 anos nascido na Tunísia e residente na cidade conduziu um camião contra a multidão, matando 84 pessoas e provocando mais de 100 feridos. Terá tentado barricar-se num restaurante, onde foi abatido pela polícia após disparar alguns tiros.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)