Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Portugueses em Londres: “Fechei-me na casa de banho a chorar”

  • 333

reuters

Há quem evite falar português nas ruas, há quem acredite que o Reino há de ser daqui em diante o que tem sido até aqui. O Brexit uma semana depois

No Centro Comunitário Português de Apoio à Comunidade Lusófona, em Londres, o telefone não tem parado de tocar nos últimos dias. Quase todas as chamadas fazem eco da mesma preocupação: os emigrantes portugueses têm medo de ser obrigados a deixar o Reino Unido, agora que o referendo ditou o Brexit, e vivem inquietos perante o desconhecimento do que está para vir.

Isabel Dias, que é coordenadora no Centro na área administrativa, tem dado o seu melhor para os tranquilizar. “Notamos que estão muito alarmados”, conta ao Expresso. “O que procuramos é transmitir alguma calma, explicando o que há a fazer e que podem contar com a nossa ajuda para pedir o cartão de residência.”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)