Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O futuro continua a chegar. Velozmente

  • 333

PENSADOR. Alvin Toffler (4/10/1928 – 27/6/2016)

PHIL MCCARTEN/REUTERS

Diz-se que a morte é a única coisa que temos certa. Um norte-americano agora falecido acertou em muitas outras

Luís M. Faria

Jornalista

Alvin Toffler, que acaba de morrer aos 87 anos, é geralmente tido como o pai da futurologia. No entanto, sempre recusou a noção de que podia antecipar o futuro com um grau minimamente fiável de pormenor: “Nenhum futurista sério lida com ‘previsões‘”, esclareceu. “Deixemo-las para os oráculos televisivos e os astrólogos de jornal.” O que interessava era a direção geral da evolução, e essa ele percebeu bastante bem.

As suas palavras acima citadas surgem logo ao início do livro que o tornou famoso. Publicado em 1970 após cinco anos de investigação e reflexão em conjunto com a sua mulher, Heidi (uma colaboradora constante, nunca suficientemente creditada), “O Choque do Futuro” apresentou muitas das ideias que ficariam associadas a Toffler.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)