Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Guerra dos Tronos: tecnicamente irrepreensível mas um pouco ao lado dos ensinamentos da História Militar

  • 333

A BASTARDIA ENFRENTA-SE. No episódio da semana passada, foi recriada ao máximo pormenor o equivalente a uma batalha medieval

FOTO HOME BOX OFFICE

A Batalha dos Bastardos é um dos grandes momentos da Guerra dos Tronos. Emocionante, tecnicamente irrepreensível, mas um pouco ao lado dos ensinamentos da História Militar

Um dos pontos altos da 6ª temporada da série televisiva “Guerra dos Tronos” foi o há muito aguardado combate entre os dois bastardos: o heróico Jon Snow (filho natural de Ned Stark e herdeiro sabe-se lá mais de quê) e o infame Ramsay Bolton filho (e assassino) de lorde Roose Bolton), usurpador do feudo de Winterfell.

Como Ramsay foge ao desafio de Snow para um combate singular, não há outro remédio senão travar combate. É a Batalha dos Bastardos. De um lado a mais numerosa hoste dos Bolton (que inclui antigos vassalos da Casa Stark como os Karstark), tendo à retaguarda a segurança das muralhas de Winterfell. Do outro, uma força menos coesa e numericamente muito inferior, constituída por Selvagens resgatados além-Muralha por Jon Snow e pelos últimos nortenhos leais aos Stark, como os Mormont da Ilha dos Ursos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)