Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Canavilhas não retira uma linha mas teria colocado emojis

  • 333

POLÉMICA. A manifestação em defesa da escola pública, no sábado, abriu uma frente de guerra entre Gabriela Canavilhas e o Público

inácio rosa/lusa

A deputada do PS mantém tudo o que disse relativamente à cobertura do Público sobre a manifestação em defesa da escola pública (na sua conta no Twitter, Gabriela Canavilhas falou de “factos falsos” e perguntou por que razão não fora a jornalista “ainda despedida”). Agora, mais a frio, apenas admite que faltou uma pitada de humor: “Teria colocado os emojis”

A ex-ministra da Cultura Gabriela Canavilhas não retira nada do que escreveu na sua conta no Twitter, em que criticou o Público e a jornalista autora de uma notícia sobre a manifestação de sábado em Lisboa, em defesa da escola pública.

No domingo, reagindo à notícia em que o jornal escreveu em título que haviam desfilado em Lisboa “alguns milhares de pessoas” (para de seguida contrapôr a diferença de estimativas entre a Fenprof, 80 mil, e a PSP, 15 mil), Canavilhas afirmou na rede social: “Esta jornalista ainda não foi despedida por escrever factos falsos?”. Pouco depois, suavizaria o tom: “Reportagem e opinião não são a mesma coisa”. Mais tarde diria que se tratou de um “desabafo”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)