Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Brexit. “Seria um erro achar que o voto a favor da permanência vai manter tudo como era”

  • 333

DÚVIDA. Está por saber se a relação é para durar

reuters

Jo Cox era uma deputada trabalhista, favorável à integração de refugiados e à permanência do Reino Unido na União Europeia. Nigel Farage é líder do partido anti-imigração UKIP e um dos grandes defensores do Brexit. Na semana passada, à mesma hora, a primeira foi assassinada por um nacionalista xenófobo enquanto o segundo apresentava um cartaz reminiscente da era nazi para convencer os eleitores a castigarem o bloco europeu nas urnas. Novas sondagens mostram que o coincidir desses dois eventos está a aproximar os britânicos mais indecisos do voto de permanência na UE, quando faltam apenas quatro dias para o antecipado referendo ao futuro do Reino Unido. Mas nada vai ser como antes

Quando uma sondagem do instituto Comres para o “The Independent” foi divulgada no sábado, já era notória uma alteração na postura dos britânicos a poucos dias do referendo que promete abalar o Reino Unido e toda a União Europeia esta quinta-feira. Isto apesar de apenas 200 dos 2.046 inquiridos terem sido consultados já depois do homicídio da deputada trabalhista Jo Cox, acérrima defensora dos direitos humanos e da integração de refugiados e migrantes, que foi esfaqueada e baleada por um nacionalista xenófobo com alegadas ligações a grupos neonazis em Birstall, no norte de Inglaterra, na quinta-feira à tarde.

Para Andrew Hawkins, diretor do Comres, como para inúmeros analistas políticos, os resultados foram muito provavelmente influenciados, ainda que em parte, pela notícia da morte de Cox. “Nem todos os inquiridos souberam do ataque imediatamente e, embora os resultados devam ser analisados com cautela, o que se vê é que as reações à campanha Leave foram mais negativas entre os que foram entrevistados depois das duas da tarde de quinta-feira.”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)