Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

As queixas e sugestões que Costa ouviu dos empresários

  • 333

josé caria

A frágil situação do sistema financeiro foi a preocupação central que os empresários transmitiram ao primeiro-ministro, António Costa, na reunião realizada em S. Bento na passada sexta-feira. Mas, houve quem avisasse que "sem estabilidade e previsibilidade fiscal e política" não há investimento e quem se queixasse das ineficiências logísticas e da fatura energética que não favorecem novos investimentos

Abílio Ferreira

Abílio Ferreira

Texto

Jornalista

José Caria

José Caria

Fotos

Fotojornalista

Duas semanas depois de ter almoçado no Porto com representantes das principais grupos industriais do norte e registado o sentimento dominante no tecido das PME, António Costa convocou a seleção nacional dos exportadores para ouvir queixas e sugestões para pôr a economia a meter golos na baliza do crescimento. Ou, como diria o ex-ministro Paulo Portas, na sua fase de otimismo irrevogável, "pôr a economia a bombar".

A primeira curiosidade é que na lista de 12 empresas convidadas apenas quatro (se incluirmos a TAP) têm centro de decisão nacional. As restantes são sucursais de multinacionais europeias, com a Alemanha à cabeça, que dependem de decisões da casa-mãe.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • António Costa e Rui Moreira, um namoro correspondido

    António Costa deixou ontem implícito o apoio dos socialista à recandidatura de Rui Moreira, declaração de intenções que deixa feliz o presidente da Câmara do Porto depois de já ter recebido o patrocínio expresso do CDS