Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O futuro da Europa está suspenso entre o choque e o horror

  • 333

FUNERAL Uma imagem simbólica num dia duro: Cameron e Corbyn juntos no funeral da deputada que morreu quinta-feira após ter sido baleada e esfaqueada

reuters

Muitos analistas acreditam que a morte da deputada pró-União Europeia Jo Cox, esta quinta-feira, às mãos de um alegado extremista anti-imigração vai ser o ponto de mudança nas intenções de voto dentro de seis dias. A maior bolsa de apostas do mundo também vê uma viragem a favor dos que defendem a permanência na UE. Mas especialistas alertam que só com novos inquéritos de opinião saberemos o que poderá acontecer na próxima semana. A campanha está parada, o futuro do projeto europeu está suspenso

A “New Statesman” chamou-lhe “o ponto mais baixo que o UKIP atingiu na campanha pelo Brexit”. Na quinta-feira à tarde, por volta da mesma hora em que a deputada trabalhista pró-União Europeia Jo Cox era esfaqueada e baleada numa rua do norte de Inglaterra por um alegado radical anti-imigração, Nigel Farage apresentava o novo cartaz do seu partido para convencer mais eleitores a votarem a favor da saída do bloco dentro de uma semana.

Reagindo à imagem — uma coluna de refugiados com os seus pertences mais preciosos às costas, com a legenda “Temos de nos libertar da UE e reaver o controlo das nossas fronteiras” —, a revista britânica desencantou um vídeo do regime nazi que inaugura um documentário de 2005 sobre o campo de concentração de Auschwitz. As semelhanças entre as duas peças de propaganda são inquestionáveis.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)