Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

PSD disponível para articular com o BE inquérito à Caixa

  • 333

Rui Duarte Silva

Luís Montenegro vai falar com o Bloco de Esquerda antes de acertar o objeto do inquérito à Caixa Geral de Depósitos. Catarina Martins avisou que queria ter uma palavra. E o PSD agradece. Esbate a ideia de só querer achincalhar o PS. E ensaia um pauzinho na engrenagem (da geringonça)

Antes de acertar o objeto do inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD), o PSD quer falar com o BE. Luís Montenegro deverá contactar Pedro Filipe Soares e só depois da conversa entre os dois líderes parlamentares será conhecido o requerimento que os sociais-democratas tencionam apresentar - se não for esta semana será no início da próxima - para impor o inquérito à Caixa.

O PSD decidiu recorrer a um direito potestativo previsto no Regimento da Assembleia da República para tornar a comissão de inquérito obrigatória. Mas mesmo que a levasse a votos, tinha probabilidades de ver o inquérito passar. O CDS é a favor, o BE também (com condições no que toca ao âmbito da investigação) e os comunistas, que começaram por acusar o partido de Passos Coelho de, com esta iniciativa, só “quererem achincalhar o PS”, não fecharam inteiramente a porta, dispondo-se a contribuir para que “se apurem os factos”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)