Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A Microsoft acaba de gastar isto: 26000000000 de dólares. E agora?

  • 333

epa

O gigante tecnológico tem o hábito de pagar a peso de ouro os seus negócios, mas nenhuma das compras anteriores (Nokia ou Skype) se aproxima dos 26 mil milhões de dólares (€23,2 mil milhões) pagos pelo Linkedin. A questão que se coloca agora é como esse investimento pode ser rentabilizado

As fusões e aquisições de empresas tecnológicas este ano estavam, até esta semana, 14% abaixo que no mesmo período no ano anterior, devido às dificuldades das empresas em angariar dívida de alta rentabilidade para financiar essas operações. Se a Microsoft servir de inspiração - com a compra da Linkedin por €23,2 mil milhões - pode estar dado o sinal de partida para uma nova vaga de grandes negócios no sector tecnológico.

Os primeiros sinais foram dados recentemente com a compra da Blue Coat Systems por parte da Symantec (por 4,65 mil milhões de dólares) e a aquisição da Marketo pela Vista Equity Partner (por 1,8 mil milhões de dólares), mas nenhum destes negócios se aproxima dos 26 mil milhões de dólares pagos pelo Linkedin, o maior montante de sempre numa compra da Microsoft. Em 2011, tinha dado 8 mil milhões de dólares pelo Skype e, dois anos depois, estava a pagar 7,3 mil milhões de dólares pelo negócio de telemóveis da Nokia.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)