Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Pode um reencontro inesperado abrir caminho a uma reunião dos Abba?

  • 333

COMO ELES ERAM. Os Abba, em data não especificada, numa foto de arquivo

d.r.

Tal como os The Smiths, os Abba costumam ser apontados como uma banda cuja reunião seria impossível. Pois este domingo, perante uma plateia de convidados a uma homenagem à primeira colaboração entre Benny Anderson e Bjorn Ulvaeus, os quatro juntaram-se em palco para atuar pela primeira vez em 30 anos. Terá sido um episódio pontual ou um primeiro passo para tornar possível o que não parecia estar destinado a acontecer?

Não foi exatamente uma “reunião” como a que levou os velhos elementos dos Velvet Underground a fazer uma digressão nos anos 90 ou a que, já depois da viragem do milénio, devolveu os Pixies aos discos e aos palcos largos anos após uma separação que todos tinham tomado como um ponto final.

Mas este domingo, durante um jantar que assinalava os 50 anos da primeira colaboração entre Benny Anderson e Bjorn Ulvaeus (militando então em bandas folk suecas, compuseram juntos o tema “Isn’t Easy To Say”, em 1966), as cantoras Anni-Frid Lyngstad e Agnetha Faltskog juntaram-se a eles para, pela primeira vez em mais de 30 anos, os quatro atuarem em público.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)