Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Terrorista francês detido na Ucrânia não estava nos radares das ‘secretas’ de Paris

IMAGENS. Autoridades ucranianas disponibilizaram várias fotos do suspeito de 25 anos

d.r.

Buscas no apartamento de Grégoire M., a Leste da capital francesa, vieram comprovar ligações do suspeito à extrema-direita

Grégoire M. viajou para Kiev no final do ano passado com um disfarce quase perfeito, o de ser um simpatizante das forças pró-ucranianas que combatem os separatistas russos no Leste da Ucrânia. Esta mentira serviu para adquirir armamento militar que iria servir para realizar quinze atentados em França, antes e durante o campeonato europeu de futebol.

Os serviços de segurança da Ucrânia, SBU (sigla de Sluzhba Bezpeky Ukrayiny), apanharam-no quando o rapaz de 25 anos, estrutura franzina e cabelo rapado, se preparava para passar a fronteira do país em direção à Polónia, dia 21 de maio. A operação foi preparada com outras forças policiais e esteve apenas para ser divulgada depois do torneio de futebol, que começa em França no próximo dia 10. Mas uma fuga de informação obrigou a SBU a divulgar a prisão do francês a uma semana do evento.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Serviços secretos ucranianos dizem que impediram quinze atos terroristas que estavam a ser preparados para ocorrerem antes e durante o Campeonato Europeu de futebol, em França. Suspeito ligado à extrema-direita estava a ser vigiado desde dezembro