Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O congressista do PS que espetou farpas no Bloco

  • 333

ANTI-COOL. Nuno Antão, um ribatejano contra a imposição de “um estilo de vida urbano e citadino”

marcos borga

Numa reunião magna com aplausos, inéditos, para PCP e BE, só se ouviu uma voz do PS profundo contra um dos parceiros da geringonça (o Bloco). Foi a de Nuno Antão, um ribatejano defensor do mundo rural e das touradas: “Não queiram agora apagar a nossa história, mudar-nos a identidade”

“O Bloco não tem coragem de fazer uma pega de caras. Por isso tenta uma cernelha”, diz Nuno Antão, poucos minutos após ter discursado no congresso socialista, no sábado, em Lisboa.

Ao Expresso, o ribatejano, de 41 anos, explica as razões das suas palavras, que tiveram em grande parte como alvo o Bloco de Esquerda (embora sem nunca o nomear). Antão criticou a “nova forma de tourear os assuntos, não de forma a chamar a atenção do bicho, mas sim [para] apanhá-lo distraído”, uma prática política que considera “mais uma machadada no mundo rural”. Mas Antão e os seus estão bem atentos: “As gentes do mundo rural, por muito que as queiram apanhar desprevenidas, não se distraem”.

A proposta do Bloco de Esquerda que pretendia proibir a participação de menores de 18 anos em atividades tauromáquicas profissionais ou amadoras e eliminar a categoria de matadores de toiros — chumbada na semana passada no Parlamento, à semelhança do sucedido com projetos do PAN e de Os Verdes — foi o pano de fundo da intervenção do presidente da concelhia de Salvaterra de Magos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • "Devolver a democracia às escolhas dos cidadãos"

    António Costa defende que este executivo devolveu a democracia a Portugal. No primeiro dia de congresso dos socialistas, o secretário-geral do partido elogiou os parceiros do governo e revelou que nas próximas eleições autárquicas não haverá listas conjuntas. Num discurso virado para dentro do partido, Costa criticou ainda quem só quer consensos quando envolvem os partidos da direita.

  • Os ministros mais criticados no congresso do PS

    Eduardo Cabrita e Vieira da Silva estiveram na ‘berlinda’. O 21º Congresso do PS não poupou estes militantes de longa data na avaliação ao que o Governo tem feito bem ou mal. Mas Mário Centeno e Caldeira Cabral também podem levar recados para casa. O Expresso ouviu todos os apelos e queixas dos congressistas