Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O grande salto atrás de Roland Garros

  • 333

OUTRA VEZ? NÃO...O sérvio Novak Djokovic abandona o court depois de a partida com o checo Tomas Berdych ter sido interrompida por causa da chuva

epa

O Grand Slam francês teve uma semana desastrosa, entre jogos cancelados e adiados devido à chuva que inundou e paralisou o país e uma série de greves nos transportes. Sem coberturas nos courts e sem renovações previstas para breve, Roland Garros está parado no tempo, diz quem sabe

Mariana Cabral

Mariana Cabral

em Paris

Jornalista

O diálogo entre o norte-americano Gil e a francesa Inez no filme "Meia noite em Paris", de Woody Allen, acontece mais ou menos assim:

Gil: Isto é incrível. Olha para isto! Não há outra cidade como esta no mundo.
Inez: Até parece que esta é a tua primeira vez aqui.
Gil: Não venho cá vezes suficientes, isso sim. Consegues imaginar o quão bonita é esta cidade à chuva? Imagina Paris nos anos 20, à chuva, com os artistas e os escritores.
Inez: Por que razão é que as cidades têm de estar à chuva? O que é que há de tão maravilhoso em ficar molhado?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Silêncio que vai ganhar Djokovic

    Impermeáveis, cachecóis e cobertores foram o traje de gala em mais um dia chuvoso em Roland Garros, onde Novak Djokovic passou entre os pingos da chuva, ao derrotar Tomas Berdych em jogo atrasado – e esta quinta-feira novamente interrompido – dos quartos de final