Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Velhos amigos

  • 333

António Vitorino de Almeida

antónio pedro ferreira

Se tudo começa na infância, então os brinquedos ditaram parte do que estas senhoras e senhores são hoje. Quando acaba de se comemorar mais um Dia Mundial da Criança, republicamos um artigo publicado originalmente na revista do Expresso de 7 de março de 2009 no qual várias figuras públicas regressavam ao tempo em que o mundo era só o que a sua imaginação queria

Teresa Gens (texto), António Pedro Ferreira (Fotos)

António Vitorino de Almeida
O macaco João Francisco - hoje mais farrapo que macaco - é um companheiro de vida para o maestro António Vitorino de Almeida. Embora pareça um brinquedo, e lhe tenha sido oferecido como tal, o macaco, cuja razão do nome o maestro já não recorda, não é o seu brinquedo mais querido, simplesmente porque nunca o encarou como tal.

É um companheiro, sempre o foi. Estava ao seu lado durante o estudo, sentava-se a seu lado quando tocava piano, estava sempre lá. Companheiro até nas brincadeiras com o campo de futebol fabuloso, esse sim, lembrado como o brinquedo mais especial.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)