Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Stephen Hawking não compreende Trump. Mas há problemas piores

  • 333

reuters

As alterações climáticas, em especial, representam uma ameaça muito grave para a Humanidade, disse o famoso físico numa entrevista

Luís M. Faria

Jornalista

Stephen Hawking, o famoso físico britânico que escreveu um dos maiores best-sellers científicos de sempre (“Uma Breve História do Tempo”), não dá muitas entrevistas. Desde logo, pela dificuldade física que representam. Ele sofre de esclerose lateral amiotrófica desde a juventude e o seu estado físico foi-se degradando com o tempo. Há muito que comunica através de um sintetizador de voz que diz as palavras por ele soletradas. Com os músculos paralisados mas as funções mentais intactas, conseguiu tornar-se um físico de topo. A sua cosmologia alia a mecânica quântica à teoria geral da relatividade de Einstein.

Além da física, Hawking pronuncia-se regularmente sobre outros assuntos, desde a cultura à política, e as suas intervenções públicas costumam fazer títulos na imprensa internacional. Fale ele de projetos científicos visionários ou dos riscos da inteligência artificial, de causas controversas como o boicote a Israel ou a eutanásia, ou de religião e ateísmo (a posição dele), aquilo que diz raramente passa despercebido.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)