Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Quem tem medo do lobo Mou?

  • 333

ilustração de tiago pereira santos

José Mourinho vai para o Manchester United mas a mudança está longe de ser consensual entre adeptos, crítica e ex-jogadores. Porquê?

Pedro Candeias

Pedro Candeias

Texto

Coordenador

Mourinho achava que tinha feito tudo bem: fora campeão português e inglês mais do que uma vez, ganhara uma Taça UEFA e uma Liga dos Campeões. Estava na hora de voltar, de provar-lhes que já não era o tradutor-intérprete-adjunto de Robson e de van Gaal, mas um treinador de elite. Um treinador para o Barcelona. O treinador certo para o Barcelona. Em Lisboa, Mourinho fez uma apresentação powerpoint detalhada aos manda-chuva catalães, mostrou-lhes o que faria daquele 4x3x3, disse-lhes que queria Pep Guardiola para adjunto, mas também lhes garantiu que não ia deixar de ser quem era nas conferências de imprensa.

O resto é história: o Barcelona escolheu Guardiola, Mourinho seguiu para o Inter de Milão, o Inter de Mourinho bateu o Barcelona de Guardiola e chegou à final da Champions de 2010 - e o português venceu-a, contra o Bayern do antigo mentor, van Gaal. Foi o primeiro golpe de Mourinho no Barcelona, mas ele queria mais.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Special One, Happy One, Fired Twice

    Não havia falta de confiança no Chelsea, mas falta de pachorra. Mourinho foi mordido pelo monstro que criou - porque foi com ele que o Chelsea voltou a ser efetivamente grande. E depois entra a ironia suprema do futebol: o último desaire do técnico português acontece contra o Leicester de Ranieri, um tipo que o português desprezou e ridicularizou (e que substituiu no Chelsea em 2004). A análise de Pedro Candeias, editor de Desporto do Expresso

  • A queda do homem que é melhor que os outros a pôr-se de pé

    Chegou como Special One, no Twitter diz-se que saiu como Special Gone. A queda “do melhor treinador” que o Chelsea já teve contada em 11 frases enunciadas pelo próprio Mourinho: já eram vigorosas quando foram proferidas, tornam-se clarificadoras em dia de desenlace - o técnico português foi despedido esta quinta-feira do Chelsea, clube que levou à conquista do campeonato há apenas sete meses (mas que está somente um ponto acima da zona de descida). Mas ele já nos mostrou que é melhor que os outros a pôr-se de pé (na primeira vez em que foi despedido do Chelsea acabou campeão europeu no Inter)