Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Presidente do Oriental contraria treinador e diz que jogadores não fizeram “de propósito para perder os jogos”

  • 333

VÍDEO Um dos jogos que levantaram suspeitas foi o Oliveirense-Oriental

d.r.

José Nabais acredita na inocência dos quatro jogadores do Oriental detidos por suspeitas de corrupção. E desmente treinador: “Nunca vi nada de estranho”

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Editor de Sociedade

O Oriental está no centro do escândalo que rebentou este fim de semana nos campos da II divisão de futebol: quatro jogadores foram detidos e são suspeitos de receber dinheiro para perder de propósito. O treinador, Jorge Andrade, confirmou as suspeitas em declarações à RTP. O presidente, José Nabais, defende-os em entrevista ao Expresso (veja os contornos do caso e a lista dos suspeitos nas caixas à direita ou, se estiver a usar telemóvel, no separador E Ainda, em cima)

Tinha conhecimento ou suspeitas de que poderia haver jogadores do Oriental a entrar nos esquemas de resultados combinados e apostas ilegais?
Não. Nunca me apercebi de nada. Foi uma surpresa. E nunca recebi qualquer tipo de denúncias deste género. Fiquei a saber que havia qualquer coisa quando um responsável da Polícia Judiciária que levou os quatro atletas para interrogatório depois do último jogo contra o Atlético (este fim de semana) me disse que se tratava de um processo de corrupção no futebol.

para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)