Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Marcelo pressionado para sugerir alterações à lei das barrigas de aluguer

  • 333

d.r.

Os opositores das barrigas de aluguer olham com expectativa para Belém à espera de um sinal do Presidente. Lei foi aprovada na sexta-feira, mas a promulgação não é garantida. Na campanha presidencial, Marcelo tinha dito que era crítico (ver segundo texto, em baixo)

ALEXANDRA SIMÕES DE ABREU e JOSÉ PEDRO MOZOS

Espero que, por ser de centro-direita, Marcelo Rebelo de Sousa alerte para as imperfeições jurídicas e apele a um maior debate público". Esta é a expectativa do vice-presidente da Federação Portuguesa Pela Vida, António Pinheiro Torres, sobre a posição do Presidente da República em relação à legislação sobre as "barrigas de aluguer".

Marcelo Rebelo de Sousa remeteu para mais tarde o comentário sobre a legislação das chamadas "barrigas de aluguer". Neste sábado, quando questionado sobre o tema, o Presidente da República considerou ser importante debater esta matéria e avisou que irá pronunciar-se sobre ela quando a lei (aprovada sexta-feira no Parlamento) chegar a Belém para ser avaliada.

para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Barrigas de aluguer aprovadas com a ajuda da direita

    Projeto-lei apresentado pelo BE destina-se apenas a mulheres sem útero ou com alguma lesão. 24 deputados do PSD estiveram ao lado da esquerda, incluindo Passos Coelho. A nova lei da PMA foi aprovada com os votos da esquerda, como se previa

  • O ano da PMA

    Mais oportunidades, alargamento no acesso, barrigas de aluguer. Os portugueses querem mais ajuda para terem bebés. No Parlamento, o debate continua esta semana. O CDS apresentou esta terça-feira um projeto de resolução para aumentar os ciclos de tratamento no SNS