Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A nova polémica com o Facebook: censura de notícias conservadoras

  • 333

Reuters

Alguns ex-colaboradores do Facebook e várias figuras da imprensa de direita dizem que sim, que esta rede social tem preconceitos políticos. A empresa nega. O caso está a criar grande celeuma na América

Luís M. Faria

Jornalista

Entre as numerosas coisas que faz, o Facebook dá notícias. Melhor dizendo, os seus utilizadores encontram notícias numa infinidade de sites e partilham-nas com outros utilizadores. Dado que hoje em dia muita gente obtém boa parte da sua informação sobre o mundo a partir do site, essa funcionalidade tornou-se bastante importante - e as discussões que provoca aumentam.

Como os sites jornalísticos, o feed de notícias do Facebook tem uma lista das histórias mais populares. Chama-se Trending em inglês (em português, notícias principais, ou populares) e é suposto basear-se puramente num algoritmo. Na realidade, segundo antigos colaboradores do site agora contaram em entrevistas, algumas notícias que a estatística põe no topo são intencionalmente excluídas da lista, e outras incluídas mesmo quando não têm índices de circulação que o justificam.

para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)