Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Às vezes até ria de mim próprio: ‘Como é que é possível teres feito aquilo, José Calado?’”

  • 333

CANTONA? Não. Calado, símbolo benfiquista entre 1995/96 e 2000/01

reuters

Calado és um poeta? Não. Calado és um comentador. O ex-capitão do Benfica comenta os jogos do clube na BTV e pedimos-lhe que nos falasse do clássico de sábado, entre FC Porto e Sporting, e ainda do Benfica-V. Guimarães desta sexta-feira

Vais comentar o Benfica-Vitória de Guimarães?
Claro, lá estarei.

Quando é que percebeste que até tinhas jeito para ser comentador?
A dada altura, depois de ter acabado a carreira, comecei a ser convidado para ir à televisão falar de futebol. O Carlos Albuquerque, da RTP, foi o primeiro a convidar-me e depois também fui à TVI e à SIC, a vários programas. O convite para ser comentador apareceu mais tarde, pelo Hélder Conduto, alguém que sempre respeitei muito como pessoa e pelo trajeto no futebol, que já seguia há vários anos. Ele achou que eu tinha potencial e comecei a comentar jogos quando a BTV passou a canal premium.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)