Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Esta menina faz 90 anos. A história de como ela chegou aqui

  • 333

Subiu ao trono a 6 de fevereiro de 1952. Elizabeth Alexandra Mary Windsor estava de viagem pelo Quénia quando se tornou Rainha de um país senhor de um império que se esfumou nos últimos 50 anos. Sua Majestade Isabel II celebra hoje 90 anos de vida e o Expresso recupera, em versão atualizada e sempre atual, o retrato publicado em 2002, por altura do jubileu de ouro do seu reinado. O que foi a sua vida, a vida da sua família e o que ela representa. Sem esquecer as históricas e conturbadas relações entre Portugal e a Grã-Bretanha e aquilo que o seu país deu ao mundo, de bom e de mau. (Texto publicado na Única em fevereiro de 2002)

Luís M. Faria

Jornalista

No dia 6 de fevereiro faz meio século que Elizabeth Alexandra Mary (Windsor) ocupa o trono na Grã-Bretanha. Um feito conseguido por muito poucos. Sua Majestade Isabel II dá a entender que jamais abdicará. Como parece ter saúde e a sua mãe já é centenária [a Rainha Mãe morreu no dia 30 de março de 2002, com 101 anos], afiguram-se prováveis mais uns dez ou vinte anos de reinado. Seria um recorde temporal absoluto, e talvez inconsequente. Porque a monarquia continua, mas ninguém sabe para onde vai.

Recordemos as últimas décadas: um primeiro casamento conto de fadas, o de Carlos e Diana; o segundo ao mesmo estilo, entre André e Sara; a crise nesses dois casamentos, primeiro em surdina e depois estampada nas manchetes em crónica incessante; por fim, os divórcios, a tragédia (com Diana), as hesitações e resistências a Carlos e Camilla — e tudo isso a pôr em relevo a imagem de uma Rainha fria, dedicada a uma conceção arcaica e absorvente do “dever”, sem interesse nem afeto para os filhos. Pelo menos foi essa a imagem que lhe ficou na altura. Se alguma vez ela tratou bem Carlos (comentou um observador) é porque o confundiu com um cão.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)