Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Agora é Gonçalo Amaral que quer processar o casal McCann

  • 333

POLÉMICO. No livro “Maddie: A Verdade da Mentira”, Gonçalo Amaral defende que os pais da menina inglesa estiveram envolvidos no caso

luís faustino

Ex-inspetor da PJ sente-se moral e financeiramente prejudicado pelo facto de o seu livro sobre o desaparecimento de Maddie ter sido retirado do mercado. Tribunal da Relação deu-lhe razão esta terça-feira

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Gonçalo Amaral passa ao contra-ataque, depois de o Tribunal da Relação de Lisboa o absolver no caso contra o casal McCann. Os juízes desembargadores consideram que o ex-inspetor da Polícia Judiciária não tem de pagar os 500 mil euros de indemnização e pode voltar a vender nas lojas o seu livro “Maddie: A Verdade da Mentira” e um documentário emitido pela TVI, revogando a decisão do Tribunal Cível de Lisboa.

A Relação considera que Gonçalo Amaral exerceu o seu direito à opinião, não estando obrigado ao dever de sigilo por estar aposentado.

No livro, o autor defende que os pais de Maddie estiveram envolvidos no desaparecimento e na ocultação do cadáver da criança, afastando a tese de rapto.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)