Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

30 dias de Assunção

  • 333

OPOSIÇÃO. Assunção Cristas no Congresso de Gondomar, em que foi eleita para a liderança do CDS

RUI DUARTE SILVA

Faz hoje um mês que Assunção Cristas assumiu a liderança do CDS. A sucessora de Paulo Portas saiu de Gondomar a prometer uma “oposição firme e acutilante” que, contudo, ainda não mostrou muito nestas primeiras semanas, mais ocupada que tem estado a pôr o partido a funcionar à sua maneira

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

Jornalista da secção Política

As mudanças ainda pouco se notam. O que talvez por si já seja uma diferença. Com Paulo Portas à frente do partido raro era o dia sem que o víssemos (ou ouvíssemos). A sua sucessora tem outro registo, mais discreto. Assunção Cristas tem-se propositadamente resguardado (só intervindo quando o tema é escolhido por si ou absolutamente incontornável). E até prefere partilhar o protagonismo com outros.

Ontem, por exemplo, decidiu assinalar um mês na liderança do CDS com a apresentação, em conferência de imprensa, de um pacote de medidas sobre natalidade (curiosamente, o tema que Portas lhe entregou para tratar quando foi eleita deputada, pela primeira vez, em 2007). Dividiu o palco com Nuno Magalhães (líder parlamentar) e Mariana Ribeiro Ferreira (a dirigente que encarregou de estudar os apoios sociais contidos em algumas das medidas).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso)

  • As quatro prioridades da nova presidente do CDS

    Curto e conciso, o primeiro discurso de Assunção Cristas como líder do CDS identificou quatro prioridades: a reforma da segurança social, a revisão do modelo de regulação e supervisão, a uniformização do regime laboral público e privado, e o apoio às empresas privadas

  • Cinco recados para o mandato de Cristas

    Não ficar só a olhar para o PSD, focar-se nos valores de sempre do CDS, olhar menos para os valores de sempre do CDS, pensar numa candidatura à câmara de Lisboa: outras ideias das moções que vão a votos neste congresso

  • CDS quer premiar empresas amigas das famílias

    A medida consta de um pacote de propostas sobre demografia, natalidade e família que a líder centrista Assunção Cristas apresenta esta tarde, na sede nacional do partido. E com que assinala a passagem de um mês à frente do CDS

  • Uma líder muito pop

    O discurso de Assunção Cristas sobre a sua história de vida e a música com que subiu ao palco na hora da consagração são todo um programa