Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Bruxelas tem que dizer sim ao 'banco mau'

  • 333

DE ACORDO. Primeiro-ministro e governador do Banco de Portugal estão em aparente sintonia nesta solução para a banca

Campiso Rocha

A criação de um veículo para colocar crédito dos bancos foi proposta por Carlos Costa e pelos bancos em 2011, mas a troika recusou. Agora, a ideia é desviar apenas malparado

Chamem-lhe o que quiserem, side bank, bad bank, ou simplesmente SPV (Special Purpose Vehicle). O nome pouco interessa. Mas pode ser o que falta para limpar de vez a enormidade de maus negócios que os bancos fizeram ao longo dos últimos anos.

A ideia foi pela primeira vez discutida com a troika, ainda em 2011, por sugestão do Banco de Portugal. Carlos Costa queria, na altura, que fosse constituído um veículo onde fosse colocada a carteira de crédito à habitação dos bancos. A ideia era simples. Os contratos de empréstimos para compra de casa que os bancos vinham a acumular desde o fim do século XX estavam a provocar um impacto enorme na rentabilidade dos bancos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso)