Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

PS e Bloco iniciam busca de consensos sobre a dívida

  • 333

LONGA MARCHA. Costa com Merkel, em fevereiro, em Berlim: uma árdua caminhada de Portugal para renegociar a dívida

FABRIZIO BENSCH / REUTERS

Os dois partidos querem encontrar “consensos”, que possam gerar medidas para o próximo orçamento. Mas renegociar a dívida enfrenta uma “parede” externa. Para o maior credor, “isso não é opção”

O mais espinhoso dos seis grupos de trabalho anunciados entre socialistas e bloquistas, que fará a avaliação da sustentabilidade da dívida externa, terá a primeira reunião esta terça-feira. Com a metodologia ainda por definir (só acontecerá na ronda inicial), o esquema de funcionamento deverá ser idêntico ao do grupo de trabalho que avalia os custos energéticos (o primeiro espaço de diálogo entre os dois partidos que iniciou funções, na semana passada).

João Leão, secretário de Estado do Orçamento; João Galamba e Paulo Trigo Pereira, deputados do PS; Francisco Louçã e Pedro Filipe Soares, o ex-coordenador e o atual líder da bancada parlamentar do BE; e os economistas e professores universitários Ricardo Cabral e Ricardo Paes Mamede, como especialistas convidados; é nestas sete personalidades (salvo reforços de última hora cuja indigitação ficou na mãos dos socialistas, o que não foi possível apurar até ao fecho desta edição do Expresso Diário) que recai a responsabilidade de produzir um relatório sobre a sustentabilidade da dívida externa portuguesa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso)