Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Twitter, dez anos a perder dinheiro

  • 333

REESTRUTURAÇÃO. Jack Dorsey, fundador e CEO, despediu o ano passado 8% dos funcionários

reuteres

Um universo de 320 milhões de utilizadores que nunca deu lucro. O Twitter celebra dez anos com uma certeza sobre o seu futuro: é incerto

21 de março de 2006. Jack Dorsey escreve na recém-criada rede social Twitter a primeira mensagem: “just setting up my twttr” (a enviar o meu twitter). 20 de março de 2016. Barack Obama publica: “¿Que bolá Cuba? Just touched down here, looking forward to meeting and hearing directly from the Cuban people (Olá Cuba, como está tudo? Acabei de aterrar, estou com muita vontade de conhecer e falar com o povo cubano)”.

Dez anos separam as duas mensagens, que são, ao mesmo tempo, a metáfora desta década. O Twitter cresceu menos do que outras redes sociais, mas instalou-se entre as elites. Ainda não conseguiu lucrar com os 320 milhões de utilizadores, porém é um canal privilegiado para chefes de Estado, de Governo, políticos, escritores, atores e pop stars comunicarem com os seus públicos. Foi lá, por exemplo, que Hillary Clinton anunciou a sua (esperada) candidatura à Casa Branca.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI