Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Dilma vira enfeite?

  • 333

SEM SAÍDA? Dilma Rousseff está na mira da oposição e do ministério Público

ADRIANO MACHADO/reuters

Lula volta ao Governo para salvar a economia, diz. Dilma convida-o para chefe da Casa Civil e espera apaziguar o terramoto que tem abalado a estrutura governativa. A oposição une-se para pedir a destituição da Presidente. Há novos argumentos, extraídos das delações

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

O anterior Presidente brasileiro, Lula da Silva, aceitou o convite para assumir a chefia da Casa Civil, voltando ao Planalto agora como ministro da atual chefe de Estado, Dilma Rousseff. A notícia foi dada pelo líder do Partido dos Trabalhadores (PT), Afonso Florence, e pelo líder do Governo, José Guimarães, ambos exercendo funções na Câmara, e é o mais recente desenvolvimento da reunião que decorreu esta terça-feira entre as 19h e as 23h30 em Brasília.

A nomeação deverá implicar uma remodelação governamental, na qual o jornal “Folha de S. Paulo” avança o nome de Celso Amorim para as Relações Exteriores e a possibilidade da substituição de Aloizio Mercadante na pasta da Educação. Além destes, há mais hipóteses de ministros avançadas por membros do PT - mas ainda não confirmadas -, entre os quais Ciro Gomes, fundador do PSDB (oposição).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI

  • Lula aceita lugar no governo de Dilma

    Decisão está a causar grande polémica no Brasil: ida de Lula para o governo tem sido vista como uma forma de garantir proteção das investigações de que é alvo por suspeitas de corrupção

  • Tudo o que tenho lido sobre a forma como o processo Lava Jato tem sido dirigido pelo juiz Sérgio Moro, assim como a evidente pulsão autoritária de muitos dos que tentam depor um Presidente há pouco tempo reeleita, fazem temer pela democracia brasileira. Mas a decisão de fazer entrar Lula no governo para fugir a um juiz que tem claramente uma agenda política é o abuso de poder. Os cargos num governo servem para governar, não servem para fugir deste ou daquele juiz. Ao tomar esta decisão, o Partido dos Trabalhadores transforma-se numa agremiação mais próxima dos partidos do coronéis e de corruptos do que o partido de massas e progressista que foi no passado. O maior crime de Lula não terá sido o dinheiro que tenha recebido indevidamente, se o recebeu. O maior crime de Lula é ter destruído, com esta fuga para a frente, tudo o que a esquerda conseguiu conquistar no Brasil. E assim permite que a mais boçal das direitas, onde estão muitos dos que sonham com o regresso da ditadura militar, que sempre alimentaram o mais profundo dos racismos sociais contra Lula e que têm um cadastro de corrupção invejável, tivesse uma vitória estrondosa. Por este crime, Lula, que admirei por muito tempo, não tem perdão

  • “Lula na cadeia”, gritaram os brasileiros

    Os protestos, marcados desde janeiro, estenderam-se a várias cidades do país. Os brasileiros exigiram a demissão de Dilma Rousseff, pediram a cadeia para Lula da Silva e homenagearam Sérgio Moro, o juiz que no último ano e meio tem exposto a complexa teia de corrupção política na Operação Lava Jato. “Je suis Moro”, lia-se em várias t-shirts