Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Cercado pela Justiça, Lula ataca na política

  • 333

EX-PRESIDENTE. Cinco anos após deixar a presidência do Brasil, Lula da Silva pode reforçar a equipa da sua sucessora, no Palácio do Planalto

PAULO WHITAKER/reuters

Visado pelo escândalo de corrupção Lava Jato, Lula da Silva equaciona tornar-se ministro. As mega-manifestações de domingo, que exigiram a prisão do ex-Presidente, foram o empurrão. Esta terça-feira à noite viaja para Brasília, onde deverá encontrar-se com Dilma Rousseff

Margarida Mota

Jornalista

A Presidente Dilma e os ministros voltaram à carga para convencer Lula a assumir um ministério. Dilma quer que Lula ponha ordem na base parlamentar, una o PT [Partido dos Trabalhadores, no poder] e mobilize os movimentos sociais. No Planalto, a informação é que Lula teria repensado a necessidade de se integrar o Governo após os protestos do domingo. Para os ‘petistas’, está na hora do Governo ter um líder político.” O comentário pertence a Ilimar Franco, jornalista há 30 anos — 15 dos quais no jornal “O Globo” — que tenta, desta forma, explicar a súbita possibilidade de Luiz Inácio Lula da Silva assumir uma pasta na Administração de Dilma Rousseff.

A confirmar-se, o regresso de Lula da Silva à ribalta política acontece na sequência de grandes manifestações populares, realizadas domingo em várias cidades brasileiras, consideradas as maiores de sempre no Brasil — e que o visaram diretamente. Centenas de milhar de pessoas apelaram à impugnação (“impeachment”) de Dilma e à prisão de Lula, por alegado envolvimento no caso de corrupção Lava Jato.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI