Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

95% dos gestores das cotadas acumula cargos noutras empresas

  • 333

PAPA-CARGOS Em 31 das 43 cotadas portuguesas todos os administradores acumulavam, no final de 2014, cargos noutras sociedades

reuters

Os dados são da CMVM. No final de 2014, apenas 20 dos 422 cargos nos órgãos de administração de empresas cotadas eram ocupados por administradores que não exerciam funções noutra sociedade. As remunerações totais pagas aos gestores desceram €4,6 milhões, para €100,6 milhões

O ano de 2014 entrou para a História do país. Portugal saiu de um programa de ajuda financeira externa. E um dos maiores grupos financeiros nacionais ruiu de um dia para o outro arrastando consigo a Portugal Telecom, que já não existe como tal.

Entre as várias falhas que deram origem aos escândalos desse ano, estiveram problemas de governação das empresas.

Agora, o polícia da Bolsa divulga o retrato da governação das cotadas portuguesas no final desse ano traumático para muitos investidores e acionistas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI