Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Chegou a hora de sair do meu esconderijo emocional”

  • 333

BOB SHERMAN. O agora embaixador dos EUA em Portugal foi um dos advogados das vítimas do escândalo que inspirou “O Caso Spotlight”

Ana Baião

O embaixador dos EUA em Portugal foi, quando era advogado, uma peça fundamental na história que denunciou os abusos sexuais por membros do clero em Boston, retratada em “O Caso Spotlight", vencedor do Oscar de Melhor Filme. Resistiu a ver o filme, mas aceitou fazê-lo na passada sexta-feira numa sessão privada em Lisboa. E contou ao Expresso que chorava “todas as noites” depois de conversar com as vítimas

Nelson Marques

Nelson Marques

Texto

Jornalista

O convite partiu de um amigo de longa data. O advogado Pedro Rebelo de Sousa desafiou Bob Sherman, o embaixador dos Estados Unidos em Portugal, a ver pela primeira vez “O Caso Spotlight” e a falar da sua participação nesta história perante uma audiência de sócios do escritório de advogados do irmão do Presidente eleito, clientes e membros do corpo diplomático de vários países.

É Walter Robinson, o editor da equipa Spotlight que denunciou as histórias de abusos sexuais por padres de Boston, quem, num email enviado a Pedro Rebelo de Sousa, descreve o papel de Sherman nesta história:

“Em 2001, quando começámos a investigar o abuso sexual de crianças por padres católicos, fomos contra uma parede. Os responsáveis da Igreja não atendiam as nossas chamadas. As vítimas estavam relutantes em falar. Os padres que sabiam o que se tinha passado tinham medo de falar. Muitos advogados que tinham representado vítimas que fizeram acordos com a Igreja mantinham a boca fechada”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI

  • “O Caso Spotlight” contado por dois jornalistas que estiveram lá (incluindo “o melhor diretor da América”)

    Poucas semanas antes do 11 de setembro, o novo diretor do jornal “Boston Globe” encarregou a equipa Spotlight de investigar um caso que tomou proporções dramáticas e que mexeu objetivamente com o mundo inteiro. O Expresso falou com alguns dos protagonistas desses acontecimentos jornalísticos, incluindo aquele que muitos consideram o melhor diretor de jornais dos Estados Unidos. “O Caso Spotlight” venceu dois óscares: melhor argumento original e melhor filme

  • “O Caso Spotlight”: abalar a fé na igreja, fortalecer a fé no jornalismo

    Poucas semanas antes do 11 de setembro, o novo editor-executivo do jornal “Boston Globe” encarregou a equipa Spotlight de investigar um caso que tomou proporções dramáticas e que mexeu objetivamente com o mundo inteiro. O Expresso falou com alguns dos protagonistas desses acontecimentos jornalísticos, incluindo aquele que muitos consideram o melhor diretor dos Estados Unidos. “O Caso Spotlight” está nomeado para seis óscares, entre os quais o de melhor filme