Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Rali das tascas em versão maratona

  • 333

Tiago Pais escreveu um livro sobre as 50 melhores tascas de Lisboa. Interessado...?

Katya Delimbeuf (texto), Gonçalo Santos (fotos)

BOM E BARATO Na definição do autor, tascas são estabelecimentos com comida caseira, tradicional, a preços “honestos”

BOM E BARATO Na definição do autor, tascas são estabelecimentos com comida caseira, tradicional, a preços “honestos”

GONÇALO SANTOS

No próximo dia 9, os comensais que gostam de molhar o pão no ovo ou no molho no fim da refeição sem que ninguém fique a olhar para eles têm razões para ficar satisfeitos. Vai ser lançado um livro, da autoria de Tiago Pais e com fotografias de Gonçalo Santos, que sugere as 50 melhores tascas onde comer em Lisboa. O autor, um jornalista de 31 anos que trabalhou na "Time Out" seis anos e está no "Observador" há um, garante que não engordou muito a trabalhar para a obra, mas confessa que o colesterol, esse sim, ressentiu-se.

A ideia do livro não era de agora – a sua experiência profissional guiou-o sempre para as viagens do palato (até a sua candidatura à "Time Out" foi um texto sobre bolo de chocolate...). Quando saiu da publicação, em 2015, decidiu, com a editora Zest, arregaçar as mangas e pôr as mãos na massa – ou o guardanapo ao pescoço. Das 100 tascas que conhecia bem, selecionou e recomendou as 50 melhores, com as suas especificidades e idiossincrasias.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI