Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O Lava Jato atingiu Lula mas as ondas de choque podem chegar a Dilma

  • 333

SUSPEITO. O ex-Presidente Lula da Silva foi ouvido durante três horas no âmbito do Processo Lava Jato

RICARDO MORAES / REUTERS

Os fortes indícios de que o ex-Presidente brasileiro Lula da Silva recebeu dinheiro desviado da Petrobras motivaram a sua detenção, esta sexta-feira. O caso Lava Jato ameaça agora os alicerces do Partido dos Trabalhadores (de Lula e da Presidente Dilma Rousseff), que se vê a braços com o envolvimento de um dos seus maiores símbolos no maior escândalo de corrupção do país

Às primeiras horas da manhã de sexta-feira arrancava a 24ª. Operação Lava Jato, o escândalo relacionado com a gigante petrolífera brasileira Petrobras que rebentou há precisamente dois anos.

Confirmavam-se, assim, os receios dos partidários do PT (partido do poder no Brasil e do qual Lula foi membro fundador), com o foco da investigação a voltar-se para o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ex-Presidente foi esta sexta-feira alvo de um mandado de busca e apreensão e de condução coerciva (o que acontece quando a pessoa investigada é obrigada a prestar depoimentos), escrevem os jornais brasileiros.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI