Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Jesus é para aqui chamado?

  • 333

Cartazes do Bloco de Esquerda para celebrar a aprovação da lei da adoção gay somaram críticas de políticos e católicos

Desde o final de quinta-feira, um dos cartazes da campanha do Bloco de Esquerda para assinalar a aprovação da adoção por casais do mesmo sexo tornou-se viral na internet: o fundo cor-de-rosa e a mensagem são explícitos: “Jesus também tinha dois pais – Parlamento termina discriminação na lei da adoção.”

Esta imagem, divulgada nas redes sociais faz parte de uma série de cartazes, autocolantes e outdoors que, a partir de sábado, vão (ou iam, pelo menos em parte) colorir as ruas de Portugal. Para além do cartaz que representa Jesus, haverá um outdoor horizontal com a palavra “igualdade” em grande destaque, onde aparecem quatro miniaturas de diferentes tipos de famílias. O objetivo é o mesmo: assinalar a data de 10 de fevereiro de 2016, dia em que foi aprovada a adoção por casais do mesmo sexo.

O problema é que a polémica que se levantou já levou o Bloco a recuar e o cartaz polémico não vai chegar às ruas, limitando-se a circular na internet e pela redes sociais.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI