Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Ministro da Cultura quer afastar presidente do CCB

  • 333

DECISÃO. João Soares já pensou na pessoa que quer que substitua o presidente do CCB e não tardará muito a nomeá-la

ANTÓNIO PEDRO FERREIRA

“Se me perguntar se tenho pessoas capazes para substituir o presidente do CCB, tenho”. A declaração é de João Soares ao Expresso, numa altura em que o projeto do Eixo Belém/Ajuda já não existe juridicamente

Alexandra Carita

Alexandra Carita

Texto

Jornalista

António Pedro Ferreira

António Pedro Ferreira

Fotos

Fotojornalista

O Governo decidiu no último Conselho de Ministros extinguir a Estrutura de Missão, encarregada da elaboração do Plano Estratégico Cultural da Área de Belém. O chamado Eixo Belém/Ajuda, que o ministro da Cultura considera “um disparate total” e que justificava a permanência de António Lamas à frente do Centro Cultural de Belém (CCB), segundo as suas próprias declarações.

Este final era já esperado. Desde a tomada de posse de João Soares, em dezembro de 2015, que o ministro da Cultura reclamava a ineficiência do projeto e discordava completamente da sua falta de articulação com a Câmara Municipal de Lisboa. De resto, é essa a justificação do Governo para a extinção do projeto: “Esta decisão justifica-se pelo não envolvimento no projeto da Câmara Municipal de Lisboa, que deve ser um parceiro privilegiado em qualquer modelo de gestão de uma parte importante da cidade de Lisboa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI