Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

TAP: regulador quer mais detalhes sobre o dono português e passa chineses a pente fino

  • 333

IMPASSE. Os problemas na TAP estão longe de terem sido resolvidos pelo aumento da participação do Estado a 50%

jOSÉ CARLOS CARVALHO

Ao contrário da solução simples para a TAP preconizada por David Neeleman em Nova Iorque, a Autoridade Nacional da Aviação Civil quer escrutinar ao detalhe o novo financiamento de 120 milhões de euros para a TAP, a situação de Humberto Pedrosa como líder dos acionistas da TAP e a entrada dos chineses da HNA na transportadora portuguesa

A entrada de mais dinheiro na TAP – uma injeção de 120 milhões de euros, que deveria ser hoje concretizada -, confirmada em Nova Iorque, na passada segunda-feira, pelo acionista norte-americano, David Neeleman, "vai ser rigorosamente analisada pelo regulador da aviação civil, e no mais curto espaço de tempo possível, pelo que é preciso que a TAP e o consórcio Atlantic Gateway forneçam todos os elementos revelantes sobre esta operação financeira", disse ao Expresso uma fonte conhecedora do processo.

Apesar do empresário David Neeleman ter admitido em Nova Iorque que a entrada de 120 milhões de euros no capital da TAP seria "concretizada até quarta-feira" - afirmando que estava seguro de "que as dúvidas do regulador" sobre quem domina a gestão da TAP seriam esclarecidas durante a reunião que ocorreu entre o presidente da companhia, Fernando Pinto, e a equipa da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), o Expresso sabe que o regulador mantém as dúvidas que tinha sobre o efetivo controlo da companhia aérea.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI