Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Tudo o que interessa saber. Onde, quando, como, quem vai ganhar e quem vai perder os Grammys

  • 333

ADELE. A recordista de tudo e mais alguma coisa não está nomeada. Quando editou o álbum “25” as inscrições já estavam fechadas. Fica para o ano

Os Óscares da música têm lugar esta segunda-feira. Tudo o que interessa saber para acompanhar a noite mais importante da indústria da música está aqui

Miguel Cadete

Miguel Cadete

Diretor-Adjunto

É a gala em que a indústria mostra o seu poder e se autocongratula. Um “come together” dos seus principais agentes em que os êxitos comerciais são, mais uma vez, reconhecidos. Não é caso raro os artistas e os discos que já alcançaram maiores vendas serem aqueles que recebem o cobiçado e icónico troféu do gramofone. Trata-se, afinal de contas, da capitulação perante o mais conhecido adágio do mundo dos negócios: “Follow the money”.

Ainda assim, os momentos mais marcantes destas galas são, indubitavelmente, aqueles percorridos por uma enorme tensão política, senão mesmo racial. E este ano não será diferente. Em 2015, Kanye West interrompeu o discurso de Beck, que havia acabado de ganhar o galardão para Melhor Álbum do Ano, precisamente para declarar que considerava essa atribuição injusta e que o troféu devia ter ido parar às mão de Beyoncé. Quem viu nesse tresloucado (?) ato uma mera questão de preferências musicais pode estar bem enganado.

O que reservará o autor de “The Life of Pablo”, o seu novo álbum lançado com estrondo no final da semana passada, para esta noite?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI