Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Trégua temporária dentro de uma semana

  • 333

ACORDO O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e o seu homólogo russo, Sergei Lavrov, em Munique

SNE HOPE/EPA

EUA e Rússia chegaram a acordo sobre os termos de um cessar-fogo na Síria dentro de uma semana e a concessão de ajuda humanitária a sete cidades cercadas. Um compromisso frágil e longe de se tornar definitivo. Moscovo tem permissão para continuar com bombardeamentos

Após uma longa maratona negocial, os 17 países que integram o grupo de apoio internacional à Síria chegaram a acordo em Munique. O compromisso prevê uma trégua temporária no prazo de uma semana e, em simultâneo, a prestação de ajuda humanitária às populações de sete cidades sitiadas pelas várias forças em conflito.

Visto com alguma surpresa por muitos analistas, o acordo surge forçado pelo início da ofensiva de Alepo, há apenas dez dias, quando o avanço de tropas fiéis ao regime de Assad, ajudadas por milícias iranianas e do Hezbollah, em terra, e com um forte apoio da aviação russa, provocou a fuga de milhares de sírios. Mais de 45.000 refugiados continuam encurralados na fronteira turca, fechada por Ancara há quase uma semana. Com pressões cada vez maiores para abrir a fronteira de Kilis, o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ameaçou na quinta-feira à noite enviar os cerca de três milhões milhões de refugiados que estão na Turquia para Estados-membros da União Europeia.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI