Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Felipe VI sai airoso da situação mais complexa do seu curto reinado

  • 333

ENCONTRO. O Rei Felipe VI antes da audiência em que incumbiu o líder dos socialistas de tentar formar governo

CHEMA MOYA/EPA

A aceitação pelo socialista Pedro Sánchez do convite do Rei para tentar formar Governo desbloqueia, por agora..., uma situação política insuportável

O Rei de Espanha, Felipe VI, parece ter acabado por sair airoso da mais dura prova que enfrentou desde que assumiu a Coroa, há pouco mais de ano e meio, na sequência da abdicação do pai, Juan Carlos I. Entregou a tarefa de formar Governo ao líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE, social-democrata). Segundo classificado nas eleições legislativas de 20 de dezembro, o partido tem 90 deputados no Congresso (ver, mais abaixo, infografia com os resultados das eleições). Pedro Sánchez aceitou, pois, um desafio que não tem êxito garantido.

A atitude do vencedor das eleições, Mariano Rajoy, primeiro-ministro e líder do Partido Popular (PP, centro-direita), que declinou o convite do Rei para constituir um Executivo – alegando falta de apoios – deixara Felipe numa situação muito incómoda. O impasse político subsequente manteve um país num mar de conjeturas, muitas das quais colocavam o monarca no limite das funções que a Constituição lhe atribui, exigindo gestos que iam para lá das suas obrigações enquanto Chefe de Estado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI