Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Vai levar tempo até desenvolver-se um diagnóstico, medicamentos e vacinas”

  • 333

EPIDEMIA. Declaração da OMS ainda não é um plano de ação. O estado de Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional é, sobretudo, um alerta aos países afetados para que tomem medidas de prevenção e combate

EPA/ORLANDO BARRIA

Especialista norte-americana alerta para o tempo que o combate ao vírus zika vai exigir. Investigador português sublinha que a solução para a epidemia está agora nas mãos dos académicos. Duas conversas para perceber melhor a epidemia que está a assustar o mundo

A solução para a epidemia do vírus zika não está para breve. A especialista do Centro para a Pesquisa de Doenças Infecciosas, de Seattle, nos Estados Unidos, e professora do Departamento de Saúde Global da Universidade de Washington, Marilyn Parsons, disse ao Expresso que “vai levar tempo até desenvolver-se um diagnóstico e depois os medicamentos e as vacinas”.

Mesmo a redução da área afetada em países como o Brasil e outros da América Latina para “níveis aceitáveis” será demorada. Por isso, as medidas mais urgentes passam pela erradicação dos mosquito Aedes aegypti, vetor transmissor, mas, para alcançar este objetivo, será necessário contar com a participação da população local.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI