Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

As 4,2 milhões de razões para o tour de Proença pela China

  • 333

NEGÓCIO DA CHINA? Um pequeno passo para o Pedro, um grande passo para a portugalidade?

FOTOS NUNO BOTELHO

Expresso teve acesso aos drafts que Proença levou para a China. Nele, diz-se que a Ledman paga €4,2 milhões a três épocas e meia, e que os jogadores chineses não são uma obrigatoriedade. Clubes da II Liga não foram tidos nem achados

O que Pedro Proença foi fazer à China, tê-lo-á feito por ele e pelos que lhe são próximos. Ao que o Expresso apurou, o presidente da Liga terá assinado os acordos de patrocínio e de parceria com a Ledman sem conhecimento ou o aval da direção e da Assembleia Geral da Liga. Mas já lá iremos.

O Expresso teve acesso aos dois drafts que Proença, enquanto presidente da liga, e Lee Martin, CEO da Ledman, terão assinado. No primeiro, o contrato de patrocínio, está escrito que a Ledman pagará à Liga (LPFP) €4,2 milhões, em tranches: €500 mil em 2015/16, a serem pagos a “20 de fevereiro de 2016”; €1,2 milhões em 2016/16, 2017/18 e 2018/19, em “duas prestações anuais por cada época”, no valor de €600 mil.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI