Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A vida e o legado de Nuno Teotónio Pereira

  • 333

PENSAMENTO. Nuno Teotónio Pereira tomou para si a missão de teorizar e alargar o conceito de Arquitetura à sociedade e à economia

ANTÓNIO PEDRO FERREIRA

Foi o grande pensador da Arquitetura em Portugal. O primeiro a refletir sobre a sua multidisciplinaridade e sobre a sua estreita relação com o desenvolvimento do país, quer a nível social, quer económico. E deixou obra feita. Muita e muito premiada. O legado (neste texto) e a vida (no segundo texto, em baixo) de Nuno Teotónio Pereira, que morreu esta quarta-feira no hospital. Faria 94 anos no dia 30 de janeiro

Nuno Teotónio Pereira nasceu em Lisboa a 30 de janeiro de 1922. Na Escola de Belas-Artes da capital, formou-se em Arquitetura, em 1949, com distinção: 18 valores. Nessa altura, já tinha a experiência do trabalho prático, pois fora colaborador no ateliê do arquiteto Carlos Ramos entre 1940 e 1943, e já pensava a arquitetura enquanto política habitacional.

Participou no I Congresso Nacional de Arquitetura, em 1948, e, como arquiteto estagiário, fez parte, com Costa Martins, da comunicação Habitação Económica e Reajustamento Social.

Logo a seguir a terminar o curso, foi proposto para sócio do Sindicato Nacional dos Arquitetos, tendo fundado em 1952 o Movimento para a Renovação da Arte Religiosa. Entre 1948 a 1972 foi consultor de Habitações Económicas na Federação das Caixas de Previdência, tendo realizado o primeiro concurso para habitações de renda controlada.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI

  • Prisão, tortura, fé, amor e arte: a vida preenchida de Nuno Teotónio Pereira

    Era um nome incontornável na resistência católica à ditadura e um dos arquitetos mais distinguidos do país. Nuno Teotónio Pereira só deixou de trabalhar no ateliê em 2008, quando um glaucoma lhe fechou os dois olhos em menos de uma semana. Oriundo de uma família monárquica e salazarista, evoluiu para o catolicismo progressista e, mais tarde, para o socialismo radical, antes de aderir ao PS do amigo Ferro Rodrigues. Depois de cegar, deu uma longa entrevista ao Expresso, saída em fevereiro de 2015 e que agora se republica. Nuno Teotónio Pereira morreu esta quarta-feira - faria 94 anos a 30 de janeiro

  • Morreu o arquiteto Nuno Teotónio Pereira

    Foi o grande pensador da Arquitetura em Portugal. O primeiro a refletir sobre a sua multidisciplinaridade e sobre a sua estreita relação com o desenvolvimento do país, quer a nível social, quer económico. Fez parte de todas as grandes comissões de aconselhamento arquitetónico, de comités habitacionais, de sindicatos. E deixou obra feita. Muita e muito premiada. Morreu no hospital. Faria 94 anos no dia 30 de janeiro