Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Sul-americanos pressionam Nicólas Maduro

  • 333

QUEM MANDA SOU EU. Tendo perdido a maioria nas recentes eleições, Nicolás Maduro tenta dar a volta à situação para não perder poderes

CARLOS GARCIA RAWLINS/REUTERS

Preocupados com as manobras políticas do Presidente venezuelano, Nicólas Maduro, depois de ter perdido a maioria no Parlamento nas recentes eleições, os governos da América do Sul pedem-lhe moderação e pressionam-no, receando a derrapagem político-social na Venezuela e os efeitos que ela teria na região

Nos bastidores, Bolívia e Equador, aliados da Venezuela, pedem-lhe “moderação”, enquanto o Brasil e a Argentina fazem advertências públicas e pedem respeito pela vontade popular. Todos coincidem que isolar o regime de Nicolás Maduro pode agravar a situação e provocar um colapso total.

O Brasil e Argentina acertaram uma estratégia comum em relação à Venezuela. Enquanto pressionam o Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, pública ou silenciosamente, a respeitar a vontade popular expressada nas urnas, procuram fazer o regime comprometer-se com as regras democráticas e de Direitos Humanos do Mercosul, o bloco regional formado por Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela, esta ainda em processo de adesão.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI