Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Antigos políticos já não precisam de dizer quanto ganham para receberem subvenção vitalícia

josé carlos carvalho

TC declara inconstitucional norma introduzida pela primeira vez no Orçamento do Estado para 2014 e que teve como consequência a suspensão do pagamento das subvenções vitalícias a ex-titulares de cargos políticos cujo rendimento do agregado familiar fosse superior a 2 mil euros mensais

O Tribunal Constitucional declarou esta segunda-feira a inconstitucionalidade das normas do Orçamento do Estado para 2015 que alteraram o regime das subvenções vitalícias a ex-titulares de cargos políticos tornando-as dependentes de condição de recursos.

As normas declaradas inconstitucionais alteravam os "requisitos e formas de cálculo da atribuição e do montante das subvenções mensais vitalícias atribuídas a ex-titulares de cargos políticos e ainda em pagamento, tornando-as dependentes de condição de recursos, 'em função do valor do rendimento mensal médio do beneficiário e do seu agregado familiar'", refere um comunicado do Tribunal Constitucional (TC).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI