Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Marcelo com o olho na esquerda: "No fundo, isto é uma campanha à Soares"

  • 333

josé carlos carvalho

São parecidos na extroversão. Jogam ambos ao centro. E Marcelo revê-se mais nele do que em Freitas do Amaral que, em 86,deixou a clivagem ideológica entrar na campanha e perdeu. Nada disso. Marcelo troca a ideologia pelo afeto. E confia ganhar à 1ª. O PSD, discreto nos bastidores, nunca viu nada assim

Álvaro Amaro é do PSD, foi deputado no cavaquismo, preside à câmara da Guarda e aos autarcas sociais democratas, e apareceu na campanha de Marcelo Rebelo de Sousa na cidade. Discreto, quase encolhido - "já vim cá para trás, já vim cá para trás", desabafou ao Expresso na mini-arruada - deu a cara para apoiar o professor e espera que a campanha dê certo. Mas os militantes que aparecem nunca viram nada assim.

Cavaco também não quis muito partido na sua campanha presidencial? É verdade, mas teve uma campanha à antiga, assente numa estrutura pesada, com mandatários distritais do partido que lhe faziam a ligação à máquina, à JSD, e à dimensão de festa que animou a caravana. Marcelo não tem nada disso.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI