Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

As medidas de Crato que já caíram e as que ainda deverão cair

  • 333

MEDIDAS REVERTIDAS. Nuno Crato no seu gabinete na 5 de Outubro

luís barra

Avaliação de alunos e professores, metas curriculares, cursos vocacionais e concurso de docentes fazem parte das matérias que ou já foram alteradas ou que estão a prazo, por decisão do ministério ou por via de uma aliança à esquerda no Parlamento. E o discurso também mudou

Não é que Tiago Brandão Rodrigues, o novo ministro da Educação, tenha já aparecido muitas vezes em público ou anunciado um rol de medidas neste mês e meio de mandato. Mas a verdade é que o sector da Educação vive dias de ebulição, com a herança de Nuno Crato a sofrer ataques do ministério da 5 de Outubro, mas sobretudo dos partidos à esquerda no Parlamento.

Foi aí que se assistiu ao fim dos exames do 4º ano, da Prova de Avaliação de Conhecimentos e Competências para professores (PACC) e do regime de requalificação de docentes sem serviço letivo – todos estes projetos foram já aprovados na generalidade e baixaram à Comissão Parlamentar de Educação para discussão. E hoje foi a vez de Tiago Brandão Rodrigues anunciar o novo modelo de avaliação para o ensino básico, que acaba de vez com os exames nacionais de Nuno Crato.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI